ESCOLHAS

ESCOLHAS

Eis que hoje eu ponho diante de vós a bênção e a maldição;

A bênção, quando cumprirdes os mandamentos do SENHOR vosso Deus, que hoje vos ordeno;

A maldição, se não cumprirdes os mandamentos do SENHOR, vosso Deus, mas vos desviardes do caminho que hoje vos ordeno, para seguirdes outros deuses que não conhecestes. Deut. 11.26-28

Bênção – Quando a nossa vida for baseada na obediência total dos mandamentos do Senhor. Estamos vivendo segundo a vontade do Senhor, ou segundo a vontade do inimigo que está impregnada em nosso ego?

Maldição – Quando a nossa vida for baseada na desobediência dos mandamentos do Senhor e se prestar à idolatria. Interessante notarmos que muitos dos chamados cristãos não conhecem a Cristo Jesus, o Filho amado de Deus e se prestam a idolatria. Andam em total desobediência.

Os céus e a terra tomo, hoje, por testemunhas contra ti, que te propus a vida e a morte, a bênção e a maldição; escolhe pois a vida, para que vivas, tu e a tua descendência,

amando ao SENHOR teu Deus, dando ouvidos à sua voz, e apegando-te a ele; pois disto depende a tua vida, e a tua longevidade; para que habites na terra que o SENHOR, sob juramento, prometeu dar a teus pais, a Abraão, a Isaque, e a Jacó. Deut. 30.19-20

Vida eterna, com Deus. Eternamente com Deus.

Morte eterna, longe de Deus. Afastado eternamente de Deus.

Viver uma vida de bênçãos em sua presença. É desfrutar de sua Graça e Misericórdia permanentemente.

Uma vida de maldição, afastados do Senhor.

O grande conselho do texto lido é: escolher a VIDA. Infelizmente existem os que escolhem a morte. É incrível a quantidade de pessoas que desejam viver longe do Senhor, achando que suas obras nunca serão descobertas.

Como podemos escolher a vida? Amando ao Senhor, dando ouvidos à sua voz, apegando-te a Ele, pois disto, ou destas coisas depende a nossa longevidade, ou seja, a eternidade.

É interessante notarmos que no Velho Testamento, Israel tem que escolher entre dois caminhos, para definir o seu futuro espiritual, pois se afastaram do Senhor, para servirem outros deuses que não conheciam.

No Novo Testamento, continua a mesma apresentação de dois caminhos para escolhermos o nosso futuro espiritual. É bom notarmos o que a Palavra de Deus nos apresenta: “são poucos os que entram por ele”.

Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim. João 14.6

Aqui o Senhor se apresenta como a única maneira de sermos conduzidos até o Pai. A forma correta de se viver, para estar na presença do Pai eternamente.

O Senhor também se apresenta como a única verdade, plena, perfeita, que com toda a tranquilidade podemos confiar e descansar nela.

E ainda o Senhor se apresenta como a vida abundante, completa e eterna.

Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela;

E porque estreita é a porta, e apertado o caminho que leva à vida, e poucos há que a encontrem. Mateus 7.13-14.

Neste texto o Senhor Jesus se apresenta como a porta estreita e o único caminho. Ele diz Eu sou O caminho. Na verdade a porta estreita fala de uma vida difícil, onde temos que abandonar os prazeres e delícias de um  mundo perdido, para nos submeter à vontade do Senhor, vivendo vidas que satisfaça a vontade e a justiça do Senhor.

Então o carcereiro, tendo pedido uma luz, entrou precipitadamente e, trêmulo, prostrou-se diante Paulo e Silas.

Depois, trazendo-os para fora, disse: Senhores, que devo fazer para que seja salvo?

Responderam-lhe: Crê no Senhor Jesus e serás salvo, tu e tua casa.   At. 16.29-31

Que coisa maravilhosa: Quando o carcereiro pensou em se matar, porque ele bem sabia de sua responsabilidade e das punições que estavam reservadas para ele, o Senhor Deus através das ferramentas Paulo e Silas ofereceu uma vida para aquele homem que era infinitamente superior à vida física, era a VIDA ETERNA. ETERNAMENTE LIVRE DE TODA CONDENAÇÃO. E o texto nos diz que o carcereiro e toda a sua casa foram transformados naquela mesma noite.

SOMOS FERRAMENTAS QUE LEVAM A VIDA E A BÊNÇÃO?

OU SOMOS FERRAMENTAS QUE ESPALHAM MORTE E MALDIÇÃO.

PARA QUE ESTAMOS SENDO USADOS?

                               

                                         Paulo Roberto Magri

                               Casa de Oração – Uberaba MG

paulorobertomagri@hotmail.com

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*
To prove you're a person (not a spam script), type the security word shown in the picture. Click on the picture to hear an audio file of the word.
Anti-spam image